Como o estilo de vida atual está influenciando a beleza dos sorrisos e a qualidade de vida da população

Como o estilo de vida atual está influenciando a beleza dos sorrisos e a qualidade de vida da população

Especialistas do Ateliê Oral explicam durante o 37º CIOSP 2019 (Congresso Internacional de Odontologia de São Paulo)

e acordo com pesquisas da Organização Mundial da Saúde (OMS), o Brasil é recordista mundial em transtornos de ansiedade: 9,3% da população sofre com o problema (18,6 milhões de pessoas) e a depressão afeta 5,8% da população (um total de 11,5 milhões de pessoas), ficando na posição de país com maior prevalência de depressão da América Latina, atrás somente dos Estados Unidos, que têm 5,9% de depressivos.

Foto: DINO / DINO

Os sintomas do estresse e ansiedade diários não sobrecarregam apenas a mente, mas também os dentes são afetados pelo estilo de vida atual, que nos coloca ativos 24 horas por dia, sem conseguir nos desconectar do celular.Frequentemente relacionado com a tensão emocional, o apertamento excessivo dos dentes é um hábito parafuncional diurno e noturno, que pode ser classificado como doença psicossomática (que resulta na influência da parte psíquica na parte física do organismo). E pode ter o grau aumentado em pessoas que tomam medicamentos antidepressivos.

De acordo com dr. Luis Calicchio, odontologista e sócio-diretor da Clínica Ateliê Oral, em São Paulo, a tensão colocada na mordida, principalmente à noite durante o sono, período em que não existe um controle dos mecanismos conscientes, pode causar micro trincas na região cervical (próxima da gengiva e do esmalte dos dentes). “A tensão, aliada à fricção e à biocorrosão são os três causadores das lesões cervicais não cariosas (espécie de depressão no dente causada pela perda de estrutura de esmalte) e da hipersensibilidade dentinária, que são, hoje, as doenças de maior incidência na boca do ser humano, chamadas de “mal do século”, com cerca de 80% da prevalência em pessoas jovens e de meia idade”, explica Calicchio.

Segundo o especialista, responsável pela aula aberta sobre “Como o lifestyle atual está impactando a saúde bucal da população“, durante o 37º Congresso Internacional de Odontologia de São Paulo (CIOSP), no dia 31 de janeiro de 2019, a cultura da beleza imposta pela sociedade gera uma preocupação muito maior com a estética do que com a saúde. “Na busca por dentes brancos, pelo sorriso perfeito, ao se fazer uso de pastas dentais clareadoras sem a recomendação adequada, ou de escovas de cerdas muito duras, por exemplo, as pessoas causam abrasão nos dentes por meio da fricção”.

Ainda segundo o odontologista, a biocorrosão é o processo químico de ataque ácido aos dentes, que acontece quando consumimos alimentos e produtos com alto índice de acidez – como os tão aclamados sucos verdes, além dos refrigerantes, das bebidas energéticas e dos sucos de frutas industrializados – levando o PH bucal a níveis muito baixos, os quais a saliva não consegue neutralizar.

A consequência da associação desses 3 mecanismos é o amolecimento do esmalte do dente, que vai sofrendo um desgaste acentuado. Isso acontece de forma muito discreta, não visível a olho nu, e de forma indolor. Por isso, é tão importante esperar, em média, 30 minutos após a refeição, para iniciar a escovação dos dentes. Assim, o PH da boca tem tempo para se reequilibrar”, alerta.

Calicchio faz questão de reforçar que, nas consultas de manutenção de seis em seis meses, o dentista tem que estar preparado para identificar essas lesões no início, fazer um controle da dieta do paciente, orientar sobre o creme dental que é indicado para cada pessoa, sobre a força na hora da escovação, o melhor tipo de escova. Enfim, é preciso entender o paciente como um todo.

Grupos de risco para as doenças bucais do século 21

  • Usuários de aparelhos ortodônticos – o movimento ortodôntico, por si só, gera tensão nos dentes. Por isso, precisam de acompanhamento com profissional competente
  • Esportistas – que fazem alimentação com suplementos que são extremamente ácidos
  • Usuários de pastas clareadoras sem recomendação de especialista
  • Pessoas com alto nível de estresse
  • Usuários de medicamentos antidepressivos

Esses e outros assuntos serão discutidos pelo Ateliê Oral no 37º CIOSP 2019.

Serviço: 37º CIOSP

http://www.ciosp.com.br/

Elmex Talks – Como o lifestyle atual está impactando a saúde bucal da população

Fonte: Terra Notícias



WhatsApp chat