Tudo começa com a profilaxia dos dentes, que é a limpeza, só que com alguns diferenciais: levantamento do índice da placa bacteriana e sua remoção junto com o tártaro e com as manchas que comprometem o sorriso.

Se, ao comprar um carro, a manutenção deve ser feita com regularidade para garantir segurança e durabilidade, o que dizer então da boca, um bem infinitamente maior?

Além dos procedimentos tradicionais, o profissional ensina a fazer uma higienização oral eficaz. Para isso, chega a pegar na mão do cliente para não deixar dúvida sobre a melhor maneira de escovar os dentes e passar fio dental.

Na manutenção preventiva também são feitas radiografias para ser certificar de que tudo está bem na base do dente.

Manter a gengiva saudável também faz parte do “pacote”, pois previne problemas como: endocardite bacteriana (infecção cardíaca), infecções renais, pulmonares e tantas outras patologias que usam a gengiva doente como porta de entrada no organismo.

A manutenção preventiva da clínica inclui consultas a cada quatro ou seis meses, dependendo do caso. E se o cliente esquecer de retornar, ele é lembrado por meio do controle que o Ateliê Oral tem em seu sistema. Assim, não tem desculpa para deixar de se cuidar!