Nos primeiros meses, quando os dentes ainda não nasceram, não há necessidade de limpeza da gengiva, principalmente se o bebê estiver realizando aleitamento materno – o que garante proteção bucal. Mas se a mamãe quiser limpar a boca do bebê em caso de refluxo, por exemplo, pode-se realizar a higienização uma vez ao dia com gaze enrolada no dedo e soro ou água filtrada.

A limpeza verdadeira somente precisará ser feita quando o primeiro dentinho despontar na cavidade bucal, em média, entre 6 e 8 meses. Estudos mostram que as escovas dentais são melhores do que as dedeiras de silicone, pois os dentes da frente já passam a acumular bactérias que aumentam o risco de cárie. A escova irá também massagear a gengiva para aliviar o desconforto causado pelo nascimento dos dentes.

É nesse período em que se orienta a usar mordedor de gel resfriado na geladeira. Ao ser mordido pelo bebê, o frio irá “anestesiar” sua gengiva e amenizar o incômodo. Essas recomendações muitas vezes são esquecidas pelo pediatra, mas o odontopediatra não deixa escapar. É importante saber também que febres e diarreias não estão diretamente relacionadas ao nascimento dos dentes. Por isso, caso aconteçam, procure um médico.

Mas, tão importante quanto essa limpeza, é a chance dos pais receberem do odontopediatra diversas orientações sobre a higiene bucal e os hábitos prejudiciais. Em alguns casos, há necessidade do bebê recém-nascido, com poucos dias de vida, visitar o especialista para, por exemplo, resolver alterações de freio lingual (que interfere no aleitamento materno), dentes que nascem antes do tempo, cistos, dentre outros problemas.

É nessa primeira ida ao dentista que o Ateliê Kids faz um registro fotográfico do rosto e boca da criança para acompanhar o desenvolvimento ósseo e das arcadas a fim de observar possíveis alterações na cavidade bucal.

De acordo com estudos atuais, o uso de creme dental com flúor na quantidade de 1.000 ou 1.100 ppm é indicado e seguro desde o primeiro dentinho, desde que na quantidade adequada: o equivalente a meio grão de arroz até um aninho de idade, mas a frequência diária depende do risco de cárie, que é avaliada pelo odontopediatra.

O controle do uso de creme dental é importante, pois ingerir flúor em excesso não é saudável para os dentinhos. Ao longo do tempo, o flúor absorvido pelo organismo pode fazer com que os dentes permanentes nasçam com manchas. Portanto, a pasta sem flúor pode ser uma alternativa no cuidado diário da criança pela babá e/ou enviada à escola, por não ser possível fazer o controle apropriado.